Notícias

Debate no SBT

Aécio desconstrói mentiras de Dilma e é o único a apresentar propostas para o futuro do Brasil

Candidato mostrou mais uma vez ser o mais preparado para conduzir o país

Publicado em 16 de Outubro de 2014 21h40


O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, demonstrou indignação contra a sequência de mentiras utilizadas pela adversária e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, e cobrou propostas para discutir os próximos quatro anos do Brasil. 

Aécio mostrou mais uma vez ser o candidato mais preparado para conduzir o país e é o único a apresentar propostas em áreas fundamentais da vida dos brasileiros, como segurança pública, mobilidade urbana, tolerância zero com inflação e os programas sociais. 

Veja abaixo os principais trechos da participação de Aécio no debate do SBT:

 

Fala inicial 

Agradeço ao SBT por essa oportunidade, cumprimento a candidata e me dirijo aos telespectadores para dizer, em primeiro lugar, que sou candidato à Presidência da República para encerrar o ciclo de governo que fracassou. O governo [atual] fracassou na condução da economia porque vai nos deixar como legado uma inflação saindo de controle, crescimento baixo e uma perda crescente da credibilidade do país. O que impacta fortemente nos investimentos e, claro, na geração de empregos. Sou candidato à Presidência da República porque o governo fracassou na gestão do Estado nacional.

 

Cemitério de obras 

O Brasil se transformou em um grande cemitério de obras inacabadas com sobrepreços e com denúncias a todo momento de irregularidades na sua condução. Quero ser candidato à Presidência da República porque os indicadores sociais pioraram ao longo desses últimos anos. A saúde piorou, a educação piorou e a criminalidade aumentou. Eu sou candidato e quero ser presidente da República porque construí, ao longo dos últimos anos, um projeto para o Brasil. Um projeto que não é de um partido político. Um projeto generoso, um projeto de união e de integração nacional.

 

Resgate da confiança 

Temos um projeto de governo que vai combater a inflação com extrema firmeza e determinação. Que vai resgatar a confiança para que os investimentos voltem a gerar empregos no Brasil. Que vai cuidar da educação do seu filho. Eu quero ser presidente para conduzir pessoalmente uma Política Nacional de Segurança Pública. O ciclo de governo que aí está não tem mais condições de governar o Brasil.

 

Irregularidades na Petrobras 

Aí vai uma outra diferença profunda entre nós dois. Para mim, não importa de qual partido seja o denunciado, a investigação tem que ir a fundo, e, pela primeira vez, pelo menos, há algo positivo aqui. A senhora, pela primeira vez, dá credibilidade às denúncias do senhor Paulo Roberto [Costa, ex-diretor da Petrobras], que disse que 2% de todas as obras sob sua responsabilidade iam para o seu partido e para o tesoureiro do seu partido. O que a senhora fez durante esse período? Nada. A senhora tomou alguma providência, pediu o afastamento do tesoureiro do seu partido, candidata? Não.

 

Denúncias 

As denúncias que surgem aí são denúncias construídas a partir daquilo que a Polícia Federal chama de uma organização criminosa atuando no seio da nossa maior empresa. Foram 12 anos que os cofres da Petrobras foram assaltados. E esse dinheiro distribuído. Temos, sim, que ir a fundo, saber quem são os beneficiários, agora, se a senhora não tem receio e diz aqui que quer apuração, que quer que as investigações possam ir a fundo, por que o seu partido essa semana impediu que o senhor [João] Vaccari [Neto] fosse à CPI depor? Nós convocamos, e o seu partido, o PT, e alguns aliados impediram que ele fosse lá explicar o que foi feito com esse recurso. E vou lhe dizer mais, candidata, ele ainda é o tesoureiro do seu partido e é responsável por transferir recursos para a sua campanha. Por que pelo menos quatro milhões de reais foram transferidos, com a assinatura do senhor Vaccari nessa campanha eleitoral, para sua conta de campanha. De onde veio esse recurso, candidata? Vamos investigar.

 

Investigações 

Seu discurso não tem conexão com a sua prática. O seu governo impediu o quanto pôde que a CPI da Petrobras e depois a CPMI fossem instaladas, e depois investigadas, porque eu fui ao lado de vários senadores para garantir o seu funcionamento, vocês tentaram fraudar a CPMI, funcionários do seu governo, do Palácio do Planalto, foram lá dar o gabarito, as respostas, às perguntas que sua base faria a essas pessoas. Investiguem-se todos, candidata. Eu fui ao lado de vários outros senadores ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir o funcionamento da CPMI. Vocês, os funcionários do seu governo, tentaram fraudar a CPMI. Foram lá dar o gabarito, as respostas às perguntas que sua base faria a essas pessoas. Tem que investigar, sim, todos. Mas permita, candidata, que isso seja investigado.

 

Denúncias sobre a Comperj 

A cada debate, uma nova denúncia. E a denúncia de hoje nos jornais diz respeito ao Comperj. No Rio de Janeiro, segundo o Tribunal de Contas da União, foram encontradas irregularidades em contratos no valor de R$ 18 bilhões. Não bastou a Refinaria de Pasadena [nos Estados Unidos] com prejuízo de cerca de R$ 2 bilhões aos brasileiros. Não bastou a Refinaria Abreu e Lima, orçada em R$ 4 bilhões que já gastou mais de R$ 30 bilhões e há denúncias de superfaturamento para pagar propina à sua base aliada, agora em relação à Coperj. A senhora sempre diz que não sabe de nada e não tem a menor responsabilidade sobre isso. Eu pergunto à senhora: De quem é a responsabilidade por tantos desvios de dinheiro público na Petrobras?

 

Nepotismo 

Em primeiro lugar, eu agradeço, mais uma vez, a homenagem que a senhora faz ao presidente Fernando Henrique, por quem a senhora tem um apreço muito grande, pelo menos quando escreve. Mas vou tentar falar de futuro. Eu sempre tive um cuidado muito grande em respeitar as pessoas e respeitar os adversários. Nós tivemos num passado não muito remoto um episódio muito triste na política brasileira, quando o candidato Fernando Collor trouxe para o meio do debate político, de forma absolutamente irresponsável, uma parente do ex-presidente Lula. A senhora gosta de falar de parentes. No meu governo, me ajudou muito a minha irmã. A minha irmã Andrea é uma figura extraordinária, costuma-se achar que eu sou o neto preferido de Tancredo, era ela, ela assumiu o serviço de voluntariado do Estado de Minas Gerais, me ajudou a coordenar a área de comunicação sem remuneração, candidata. A senhora, porque não conhece Minas Gerais, se conhecesse um pouco ia saber o respeito que Minas tem por ela. Nas enchentes e nas catástrofes, era ela quem mobilizava empresários, mobilizava as igrejas para resolver o problema das pessoas mais simples, por isso eu me orgulho muito da Andrea ser minha companheira. Agora, a senhora conhece o senhor Igor Rousseff? Seu irmão candidata, não queria chegar nesse ponto. O seu irmão, candidata, foi nomeado pelo [então] prefeito [de Belo Horizonte] Fernando Pimentel, no dia 20 de setembro de 2003, e nunca apareceu para trabalhar. Lamento ter que trazer esse tema aqui. A diferença entre nós é que a minha irmã trabalha muito e não recebe nada. O senhor seu irmão recebe e não trabalha nada. Infelizmente agora nós sabemos porque a senhora disse que não nomeou parentes no seu governo, a senhora pediu que os seus aliados o fizessem, candidata Dilma Rousseff.

 

Mentiras 

Dizer uma inverdade num momento pode ser equívoco, repeti-la mais de uma vez, aí isso já tem outro nome. A senhora está mentindo para o Brasil. O nepotismo é proibido por lei. Não existe, candidata, parentes trabalhando no governo, ela assumiu um cargo de voluntariado, trabalha espontaneamente. É um cargo que a esposa, geralmente, dos governantes ocupa. Portanto, entenda bem a lei, a senhora não a leu direito. O Ministério Público disse que estava tudo absolutamente correto. Venha discutir o seu governo, nós somos candidatos à Presidência da República, e pare de ofender Minas Gerais.

 

Desvios éticos 

Seu governo passará para a história como um governo com descompromisso com a ética e com desvios em toda parte. Foram seis ministros demitidos por desvios e as agências reguladoras ocupadas por pessoas que foram ali fazer negócios. A senhora permitiu ser sucedida na Casa Civil da Presidência da República, o cargo que a senhora gosta de dizer que é o mais importante depois da Presidência da República, pela sua dileta e próxima amiga e braço direito que foi ali fazer negócios e por isso foi demitida, candidata. Não, não me meça com a sua régua. Governei Minas Gerais, candidata, com honradez. A senhora está desrespeitando o Estado de Minas Gerais com acusações absurdas e com mentiras todos os dias nas redes anonimamente. A senhora infelizmente tem permitido o Brasil ver a mais baixa campanha da sua história democrática a partir da primeira eleição que tivemos de Fernando Collor.

 

Mortes de adolescentes 

Eu recebi, provavelmente a senhora também tenha recebido, um documento da UNICEF, que mostra um dado absolutamente alarmante. Para mim, confesso que do ponto de vista pessoal, chocante, que mostra que 24 jovens adolescentes morrem por dia no Brasil. Hoje, nessa quinta-feira, em que nós estamos aqui, 24 mães vão estar chorando o assassinato dos seus filhos. Apenas um país no mundo mata mais por assassinato do que o Brasil. Infelizmente alguns dos programas iniciados pelo seu governo, como, por exemplo, o “Crack, é possível vencer”, depois de quatro anos, nem 40% das metas foram alcançadas. De que forma, candidata, a senhora pretende ser mais solidária, permitir que o governo federal apoie nos Estados e municípios no enfrentamento da criminalidade? Vamos elevar o nível do debate, candidata.

 

Violência 

No Brasil, 56 mil pessoas estão morrendo assassinadas a cada ano. Infelizmente. Os recursos do orçamento para o Ministério da Justiça, do Fundo Nacional de Segurança e do Fundo Penitenciário não foram executados nem na sua metade. Do Fundo Penitenciário, um pouco mais de 20% agora. Do Fundo Nacional de Segurança, cerca de 40%.

 

Política de fronteiras 

Onde estão as políticas de controle das nossas fronteiras? A Polícia Federal tem o menor orçamento de investimento dos últimos cinco anos e está sucateada. As Forças Armadas não têm tido atenção do seu governo. A senhora prometeu há quatro anos veículos aéreos não tripulados, mas apenas dois foram colocados em funcionamento. Infelizmente o contingenciamento dos recursos da área de Segurança Pública têm impedido vários Estados de avançar no combate à criminalidade e na defesa dos nossos jovens.

 

Segurança pública 

Tenho um projeto, que tramita desde 2011 no Congresso Nacional, que seu partido infelizmente não permitiu que fosse aprovado, que garante que aquilo que é aprovado no orçamento para a Segurança Pública seja efetivamente gasto em parcerias com os Estados e transferidos mensalmente. Essa é uma das propostas. Também propus uma revisão no nosso Código Penal e no nosso Código de Processo Penal para que essa sensação de impunidade não continue a prevalecer no país.

 

Políticas sociais 

Dizer uma inverdade num momento pode ser equívoco, repeti-la mais de uma vez é outra coisa. Foram cinco milhões de pessoas atendidas no início, sim, no início do Bolsa Família. Mas fiz a indagação para trazer a realidade dos números. Não se pode jogar tantos números aos ventos e transformá-los em obras. Na verdade, das 200 obras de mobilidade anunciadas pela senhora, 28 apenas foram entregues, candidata. De cada dez obras que a senhora prometeu fazer para melhorar o trânsito, falo novamente para o amigo que está no trânsito, apenas uma foi entregue. Vocês estão governando o Brasil há doze anos. E vocês demonizaram durante mais de dez anos as parcerias com o setor privado e isso fez com que tudo atrasasse no Brasil. Vamos sair das grandes cidades. A transposição do São Francisco, onde é que está essa obra, candidata? Parada e com sobrepreço. A Transnordestina? Parada e com sobrepreço. Essa, infelizmente, é a marca do seu governo, obras anunciadas e que não terminam nunca.

 

Tolerância zero com a inflação 

A candidata tem sempre uma justificativa, mas não tem nenhuma solução. Você compra com o mesmo dinheiro, hoje, o que comprava há seis meses ou há 1 ano? Se compra, o caminho é votar na candidata Dilma Rousseff. Infelizmente, a inflação voltou a atormentar a vida dos brasileiros e das brasileiras, porque o seu governo foi leniente com ela. Fomos nós que controlamos a inflação lá atrás. Infelizmente o seu governo vai deixar uma herança perversa para o futuro. Inflação alta, crescimento baixo e perda de credibilidade. Sem credibilidade, não há investimento. Sem investimento, não tem emprego. Nós tivemos 418 mil empregos a menos este ano do que no ano passado no mesmo período, candidata. Agora há pouco a senhora disse que a inflação não é um problema do governo, é um problema sazonal. Eu acho que não é. Por isso, comigo, tolerância zero com a inflação. Agora, a senhora terceiriza de novo as responsabilidades dizendo que é dos Estados essa responsabilidade constitucional.

 

Lei Seca 

Candidata, tenha coragem de fazer a pergunta direto. É claro que essa é uma iniciativa extraordinária. Não é sua. É do Congresso Nacional. A senhora traz nesse debate, talvez pelo desespero e tenta deturpar um tema que tem que ser colocado com absoluta clareza. Eu tive um episódio, sim, e reconheci. Tenho uma capacidade que a senhora não tem. Eu tive um episódio que parei numa Lei Seca porque minha carteira estava vencida e ali naquele momento inadvertidamente não fiz o exame e me desculpei e me arrependi disso. Como a senhora não se arrepende de nada no seu governo. É importante que nós olhemos para frente. Vamos falar do Brasil.

 

Nomeações suspeitas 

Explique por que a senhora mantém hoje nomeado, por exemplo, na Itaipu binacional, o tesoureiro do seu partido, que recebia propina para alimentar a sua campanha, candidata Dilma Rousseff. Vamos falar de coisas sérias. Não é possível, candidata, que esse mar de lama em que se transformaram as redes, onde a senhora ofende a mim, onde sua campanha ofende a minha família, a senhora está ofendendo a todos os brasileiros que querem mudança, candidata. A senhora, infelizmente, por não ter tido a oportunidade de ao longo da sua vida ter outras disputas e foi ungida presidente da República por um presidente muito popular, acha que é dona da verdade.

 

Desrespeito a adversários 

O seu governo fracassou. A senhora caminha para perder essas eleições pela incapacidade que demonstrou inclusive de respeitar os seus adversários. A senhora não trouxe durante todo esse nosso debate uma proposta que melhore a vida do cidadão, que melhore a saúde pública, que melhore a segurança. A senhora parece que não foi Presidente da República, candidata. Olhe para o futuro, tire os olhos do retrovisor do passado, pense nos brasileiros, candidata.

 

Campanha fraudulenta 

Candidata, mentir e insinuar ofensas como essa não é digno de qualquer cidadão, mas é indigno por uma Presidente da República, candidata. A sua campanha é a campanha da mentira. A senhora mentiu dizendo, postou um vídeo que eu havia votado contra o salário mínimo de R$ 545 e cortou o vídeo na sequência quando mostrava que nós votamos a favor do salário mínimo de R$ 600 para fraudar uma informação. A senhora no seu Twitter, candidata, disse que Minas Gerais teve a menor redução da taxa de mortalidade infantil do Brasil. Mentiu, candidata. Minas Gerais, no meu tempo de governo, foi o Estado que mais reduziu a mortalidade entre todos os Estados do Sudeste, do Sul e do Centro-Oeste. A senhora disse que construiu 3.750 milhões de casas. A senhora mentiu. A senhora construiu metade disso. Fale a verdade, o Brasil não merece a campanha que a senhora está querendo fazer.

 

Aeroportos 

O Aeroporto de Cláudio foi construído em uma área desapropriada pelo Estado para beneficiar uma região que cresce economicamente. O Estado de Minas Gerais tem 92 entre pequenos, médios e grandes aeroportos. Onde estão os 800 aeroportos regionais que a senhora prometeu construir? Seu governo é o governo das promessas vazias, candidata. A senhora é que deixa o Brasil sem resposta. Todas as minhas obras em Minas Gerais tiveram aprovação do Tribunal de Contas e do Ministério Público.

 

Considerações finais 

Eu quero, sim, assumir a Presidência da República para combater a inflação e não para me conformar com ela. Eu quero ser presidente da República para enfrentar a questão da criminalidade e não transferir essa responsabilidade para Estados e municípios. Eu quero ser presidente da República não para dividir de forma perversa e pouco generosa o Brasil entre nós e eles. Eu quero ser o grande presidente da integração nacional e da generosidade para com os brasileiros que mais precisam. Um presidente que não trate o adversário como inimigo a ser abatido a qualquer custo, que respeite a verdade. Eu quero ser Presidente da República para que amanhã, se eventualmente estiver numa outra disputa, eu possa permitir aos meus adversários falarem das suas propostas, não é possível que numa eleição dessa importância tenha se perdido tanto tempo em tantas ofensas, as mesmas ofensas que foram dirigidas a Eduardo Campos, depois a Marina Silva, agora são dirigidas a mim. Mas comigo não, candidata, comigo pode ter certeza, a senhora receberá sempre um olhar altivo, de um homem de bem, honrado, pronto para dar ao Brasil e aos brasileiros um destino melhor do que eles estão tendo.